71 3043.9388 / 71 3346.3397 / 3488.1828 / 99194.9385
contato@cursocinst.com.br

A Profissão

A equipe anestésico-cirúrgica é constituída de profissionais que, no processo dinâmico e interativo prestam assistência sistematizada e global ao paciente durante sua permanência na unidade de Centro Cirúrgico, sendo composta pelo médico anestesiologista, médico cirurgião, médicos auxiliares (primeiro e segundo auxiliar), instrumentador cirúrgico, enfermeiro e técnico de enfermagem.

O profissional de instrumentação cirúrgica é elemento indispensável para o êxito da intervenção cirúrgica, através do fornecimento do material necessário para a realização da cirurgia, ao cirurgião e seus auxiliares, portanto, deverá conhecer a técnica a ser empregada no ato operatório, certificando-se que todo material para a realização da cirurgia está disponível. O conhecimento prévio da técnica cirúrgica e dos tempos cirúrgicos, proporciona ao instrumentador cirúrgico a antecipação do pedido do material a ser utilizado.

É função do instrumentador cirúrgico, conhecer os instrumentos por seus nomes, apelidos e mímicas, entregá-los com presteza ao sinal ou comando verbal do cirurgião, colocando-os em sua mão de forma precisa e exata para uso imediato, sem que aja reacomodação dos mesmos, evitando igualmente acidentes com materiais perfurocortantes para ambos. 

Dispor o material cirúrgico na mesa de instrumental, de acordo com os tempos cirúrgicos e a necessidade da cirurgia, mantendo os instrumentos no lugar correto, evitando deixar a mesa desorganizada, é função do instrumentador cirúrgico.

É atribuição do instrumentador cirúrgico, ter o controle do material e instrumental durante toda a cirurgia, de acordo com o uso, evitando possíveis complicações com o paciente no pós-operatório em decorrência da negligência ao permitir que algum material fique dentro do paciente. O controle também permite o uso do material cirúrgico de forma racional, evitando desperdícios do mesmo.

É função do instrumentador cirúrgico, ajudar os médicos auxiliares no preparo pré-operatório e pós-operatório imediato do paciente de diferentes formas.

Ser consciencioso, prudente, dinâmico, competente, hábil, ético, são algumas das características inerentes para se alcançar a excelência do profissional de Instrumentação Cirúrgica.